O começo de tudo

Oi gente,

Fazia tempo que estava com vontade de criar um blog pra compartilhar esse novo mundo que venho descobrindo, o mundo da maternidade. Estou simplesmente maravilhada com tudo relacionado  à ele.

Pra começar vou relatar como me joguei nesse “mundo”.

Eu tenho 36 anos e com 34 tirei o ovário e trompa esquerdos, meu ovário calcificou e virou uma massa, como descobri tarde parte da trompa necrosou e por isso tive que tirar também.

Na época eu estava noiva e morando junto com meu marido que é 5 anos mais novo que eu, eu pensava em ter filhos, mas de verdade não era um sonho e nem sabia se eu teria filhos. Meu marido por ser mais novo, ainda queria curtir a vida e não pensávamos nisso ainda.

Mas….quando tive que tirar o ovário tivemos um baque e  começamos a pensar no assunto “filhos”, isso porque eu já tinha 34 anos e não tinha um dos ovários, sabíamos que quanto mais tarde decidíssemos por filhos, mas difícil seria, mas naquele ano deixamos esse assunto de lado.

Um ano depois da cirurgia tive que fazer uns exames para ver como meus hormônios estavam se comportando e o resultado é que estava uma bagunça, tudo fora de ordem. Na época meu então ginecologista pediu para que eu interrompesse o uso do anticoncepcional, que eu tomava praticamente desde a minha primeira menstruação devido aos ovários policísticos, para vermos se eu de fato estava com um descontrole hormonal ou era o anticoncepcional que estava causando essa bagunça toda pelo fato de agora só ter um ovário, e dito e feito, assim que parei a pílula meu organismo normalizou.

Nesse momento decidi por parar a pílula e comuniquei o meu marido, que por motivos óbvios ficou p. da vida, mas whatever, teríamos que nos adaptar a algum outro método contraceptivo.

Conversei com meu ginecologista e disse que queria colocar o DIU Mirena, e ele foi contra, disse que eu já tinha 35 anos e que não recomendava o Mirena, a não ser que eu estivesse decidida a não ter filhos, e me sugeriu fazer coleta de óvulos.

Contei para o marido e depois de alguns dias ele disse que tinha pensado bem e que achava que tínhamos que deixar rolar e ver no que ia dar, eu estranhei mas ao mesmo tempo fiquei muito feliz, e nem sabia direito o por quê da felicidade. Ele completou, se pensarmos muito desistimos de ter filhos, então deixa rolar e seja o que Deus quiser.

E Deus realmente queria, porque na primeira vez que não usamos nenhum método contraceptivo aconteceu! O mais engraçado é que na hora o marido disse, já era, você está grávida, eu pensei: nossa, tá doido achando que vai ser fácil assim….

Nessa época eu era toda fitness, fazia muita atividade física e minha alimentação era super regrada, quase não comia doces e porcarias. Acordava todo dia as cinco e meia da manhã pra ir pra academia e passava o dia super disposta.

Umas duas semanas depois do fato consumado eu estava vendo televisão e vi uma propaganda de comida e na hora eu vi um negócio que parecia arroz doce, minha boca aguou, pensei: humm, que coisa estranha, arroz doce nem é dos meus doces preferidos, deve fazer anos que não como…

Passou mais uns dias e eu comecei a ter muito sono, mas muito sono mesmo! Chegava do trabalho exausta, sentava no sofá pra ver televisão e dormia um sono profundo, mas nem me toquei, até que meu marido disse, esse sono todo ai é sintoma de gravidez, tenho certeza que você está grávida, ai comecei a pensar que poderia ser.

Quatro semanas depois do fato consumado eu já comecei a achar que realmente estava grávida, por onde eu olhava só via bebês e grávidas, fora que o sono era algo incontrolável. Comecei a pesquisar sobre o assunto e todos os sintomas indicavam que eu estava grávida, mas como comecei a me envolver muito com o assunto, achei que pudesse ser coisa da minha cabeça, mas fiquei felizona com a possibilidade.

Eu sempre tive a menstruação super regulada e na semana que eu deveria menstruar (o dia de menstruar era uma quinta-feira) eu comprei dois testes de gravidez. A ideia era eu esperar pra ver se ia atrasar, mas como sou muito ansiosa fiz um dos testes na segunda-feira a noite (depois de tomar uns 4 litros de água) e obvio que deu negativo, fiquei suuuuuper triste e logo pensei que era tudo coisa da minha cabeça, mas agora queria muuuuuito engravidar.

Liguei pro marido e disse, amor vem pra casa cedo, tô super carente (na verdade estava triste pelo teste ter dado negativo, mas ele nem sabia que eu tinha comprado o teste), quero colo e vinho. Ele chegou cedo, fiz um risoto e tomamos uma garrafa de vinho.

No dia seguinte já comecei a sentir cólicas e meus seios estavam muito doloridos, logo pensei, TPM!  Vou menstruar certeza, mas eu nunca na vida senti dor nos seios na TPM e então pensei, deve ser porque parei a pílula. Como estava com bastante cólica já coloquei o absorvente porque achei que ia vir uma enxurrada! Fiquei três dias usando absorvente e nada da danada descer.

Quando chegou na sexta pensei, puts era pra ter vindo ontem, será que é porque parei a pílula e fiquei desregulada, ao mesmo tempo que pedia pra Deus pra estar grávida. No sábado de manhã nada, ai disse pro marido: amor, tô atrasada, era pra ter descido na quinta-feira, e ele disse que eu estava grávida. Nessa hora falei que tinha comprado um teste de gravidez e ele mandou eu fazer. Como tinha feito xixi a pouco tempo eu disse que ia fazer mais tarde. Por já feito um teste na segunda com resultado negativo, tinha certeza que daria negativo novamente, apesar de querer muito o positivo.

Passada umas duas horas fui no banheiro sem falar nada pra ele, que estava jogando video game na sala. Fiz o teste com zero expectativa e na mesma hora, antes mesmo de dar os minutos que o teste pede, já tinha aparecido o +, juro que entrei em pânico, olhei 1000 vezes a embalagem pra ter certeza que era positivo, sai do banheiro com lagrimas nos olhos, fui até a sala olhei pra ele e disse: amor, você vai ser papai. Ele ficou estarrecido e disso COMO ASSIM, O QUE QUE VOCÊ TÁ FALANDO?Mostrei o teste pra ele, que também olhou 1000 vezes (hahahaha) e depois me deu o abraço mais apertado desse mundo e disse: como é que você me dá uma notícia dessas, desse jeito???

Ai contei pra ele que tinha feito outro teste na segunda e que tinha dado negativo, então queria fazer o exame de sangue pra ter certeza, e na mesma hora fomos no laboratório, mas o resultado ficaria pronto em algumas horas.

Fomos a uma chá bar de um casal de amigos e fiquei monitorando o site do laboratório pra ver se o resultado estava disponível. Lembro que eu não queria beber, porque não sabia se estava grávida, mas se eu não bebesse ia levantar suspeitas pros amigos, ai o marido teve a ideia de ir no bar e pedir uma “caipirinha” sem álcool, o barman colocou soda no lugar da bebida.

Quando deu umas 4 horas que tinha feito o exame, fui checar de novo o site do laboratório e vi que o exame estava disponível, fui sozinha pra um local reservado. Eu estava super ansiosa e não conseguia curtir a festa, nessa hora o marido já estava relaxado curtindo com os amigos. Quando abri o exame fiquei tentando analisar os dados, estava tão atordoada que não vi que na linha de baixo estava escrito POSITIVO. Quando percebi senti uma emoção que até hoje não consigo explicar (estou escrevendo e lágrimas escorrendo pelo meu rosto).

Fui pertinho do marido, abracei ele no meio da multidão e disse, você vai mesmo ser papai, nessa mesma hora senti o coração dele acelerar, ele me apertar e me puxar pra um local mais reservado. Ele disse, tem certeza, deixa eu ver? Ele também ficou tentando entender o resultado até que mostrei na linha de baixo o POSITIVO. Nos abraçamos, choramos e desde então a vida mudou, mas isso é papo pra outro post, já me estendi muito e vocês devem estar cansadas de ler…

Beijos e até a próxima aventura!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s