Relacionamento X Maternidade

O post de hoje é sobre um assunto bem delicado, inclusive acho que é um tabu na sociedade, falo isso porque durante a gravidez eu fui alertada sobre amamentação, puerpério e etc, mas no assunto problemas no relacionamento pós a maternidade, ninguém me falou nada, mas depois de conversar com outras recém mães vi que era muito comum, que eu não era a única a estar com problemas.

Nos primeiros 45 dias OK, a gente tá 100% focada no bebê, amamentação e como ainda estamos de resguardo o assunto parece não incomodar, mas nos meses seguintes se ele não incomoda a nós mulheres, com certeza incomodam nossos parceiros.

E não tô falando especificamente de sexo não, tô falando de romance, de relação de casal, de marido e mulher.

Pra mim incomodou e sendo muito sincera, ainda incomoda! Primeiro porque a danada da libido teima em se esconder e a rotina com o bebê, o cansaço (mas o emocional do que o físico) não me faz ir muito atrás dela (libido) não, segundo porque eu me sinto zero sexy, apesar de estar magra, não estou satisfeita com meu corpo, minha expressão tá sempre cansada e a máscara de panda me acompanha por onde quer que eu vá.

Eu até conversei com meu ginecologista recentemente e ele disse que é muito comum sim isso no pós parto, que a libido além do fator hormonal (testosterona baixa) tem um fator emocional muito forte, a relação de mãe e bebê nos primeiros meses tendem a anular a sexualidade feminina.

Fazer qualquer outra coisa além de cuidar do bebê é muito difícil pra nós mulheres, mesmo estando de licença maternidade. Antes da Luanna começar a adaptação no berçário eu sequer conseguia lavar os cabelos e ia tomar banho só tarde da noite, comer então, era só quando dava, o bebê demanda muito da gente e esse amor louco que a gente sente faz com que o nosso mundo gire em torno desse serzinho que chegou a pouco tempo.

Mas olhando de fora imagino que também seja muuuito difícil pros companheiros, isso porque antes de engravidar eles tinham toda a nossa atenção, tudo era focado neles e assim que o bebê chega eles na maioria das vezes são jogados pra escanteio.

Assim como homens e mulheres são muito diferentes, a paternidade também é muito diferente da maternidade e nós recém mães teimamos em cobrar deles o mesmo empenho e abdicação que nós fazemos, e isso vai só nos afastando. A gente entra num ciclo em que só cobra, estamos sempre exaustas e muitas vezes os culpados porque achamos que não temos a ajuda deles, eles por sua vez acham que já fazem muito, ou então acham que a gente não pede ajuda e só critica. Isso tudo aliado a nossa falta de libido, a insegurança com o nosso corpo e o cansaço, nos afastam cada vez mais, e se deixarmos vira um abismo entre o casal.

Quantas histórias a gente vê por ai de casais que se separam com filho pequeno (normalmente no primeiro filho)? E geralmente nós mulheres pensamos, nossa que crápula! Abandonou a mulher com filho pequeno, deve ter arrumado outra, não vale nada, coitada da mulher!

Pois é, mas sejamos sinceras, a culpa não é só deles, é nossa também! Realmente é muito difícil equilibrar as funções de mãe, esposa, dona de casa e trabalhadora, é foda! Mas é necessário! Nós escolhemos (na maioria das vezes) essa vida e precisamos encontrar um ponto de equilíbrio.

A gente precisa arrumar um tempo pro casal! Precisamos nos arrumar e mimar um pouco eles também. Precisamos ser mais claras quando queremos alguma coisa.

Diferente de nós mulheres, homens não entendem o que está nas entrelinhas, a cara de cansada não vai fazer com que ele diga: Amor, você está cansada né? Deixa que eu faço o bebê dormir, vai relaxar um pouco, toma um banho demorado que eu dou conta do recado. Era tudo que nós queríamos né? Mas a maioria deles não tem esse feeling! E cada vez que a gente espera uma reação dessa e apenas ouvimos “Nossa, que cara de acabada!” a gente fica triste, frustrada e se afasta mais ainda.

E vamos combinar que a gente conhece nossos homens, a gente sabe até onde eles vão e não adianta achar que a paternidade vai torna-los mais sensíveis com nos tornou, não vai! Em sua maioria eles são muito mais racionais, na cabeça deles se a gente está cansada tem que pedir ajuda, que eles não tem bola de cristal, então a gente é que tem que pedir e a parte deles é fazer de bom grado pra que a gente consiga relaxar e dar um pouco de carinho à eles!

Eu sei que parece machista, juro que não sou! Quantas e quantas vezes esperei que meu marido me ajudasse sem eu ter que pedir, e sempre me frustrei! Mas caceta, eu sei que ele não é assim, porque eu teimo em me frustrar! Em uma das nossas brigas chegamos até em falar em divórcio, mas a gente também falou que se amava, porra então porque não tá dando certo?

Sabe por que? Porque eu quero ser uma super mãe e quero que ele seja um super pai, mas o super pai que eu espero que ele seja, não o super pai que ele quer ser. E ele quer que eu seja a mãe que ele acha certo ser! E tá errado gente, eu to errada, ele tá errado! Eu tenho que ser a mãe que EU QUERO SER e ele tem que ser o pai que ELE QUER SER. E a gente tem que respeitar a vontade e o jeito do outro!

Se eu tô cansada eu tenho que pedir ajuda, seja dele, de uma babá de quem quer que seja, mas eu preciso PEDIR e também preciso ACEITAR! Eu também preciso de tempo pra cuidar do meu marido, eu preciso de tempo pra além de mãe ser esposa. E ele precisa ACEITAR me ajudar, pra que eu tenha tempo pra ele, PRA NÓS!

Precisamos de diálogo, de falar sempre que achar que tem algo errado, nós (pais e mães) precisamos parar de olhar apenas para o nosso umbigo e olhar pro(a) nosso(a) companheiro(a), porque se a gente deixar o balde encher, pode não ter mais salvação e ai o filho que veio pra somar, vai dividir!

Beijos

 

4 comentários em “Relacionamento X Maternidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s